• Perigos na alimentação da grávida

    “Não podes comer morangos” “Mais vale não comeres saladas” “Olha que me disseram que comer isso faz abortar” “Tens que comer por dois” “Aproveita agora para comer tudo aquilo que te apetecer”

    O que mais vocês têm ouvido?

    Eu sinto que tenho uma responsabilidade enorme (e tenho mesmo)… todo o crescimento e desenvolvimento do meu bebé depende das minhas escolhas, do que eu como (ou não como), se tenho uma alimentação completa, que fornece todos os nutrientes ao meu bebé, sem pôr a saúde dele em risco.

    Tenho uma alimentação rica em ácido fólico desde o que o meu bebé ainda era só uma sementinha muito pequena? A minha alimentação fornece-me todo o iodo que o bebé precisa? E o que eu como promove a absorção ou excreção do ferro?

    Toxoplasmose… as análises continuam negativas? ufa… mais vale não comer nada cru?

    Bolas e agora que ando cheia de azia? É da barriga a crescer ou é do que ando a comer?

    Não chega a azia, o intestino tinha que ir de férias para a “república das bananas” e deixou de dar sinal de vida, existem soluções que não recorram a qualquer tipo de medicação?

    As idas à casa de banho com tanta vontade de fazer xixi…

    Ao final do dia as pernas inchadas, pesadas e a latejar…

     

    A alimentação têm um impacto brutal na saúde presente e futura do bebé, mas da mãe também, enquanto grávida, enquanto preparação para a fase da amamentação e a posteriormente no crescimento deste bebé, na diversificação alimentar. 

    Perigos alimentares: Existem? Quais são eles? Na alimentação o que coloca a saúde do bebé em risco? 

     

    Tudo isto vai ser falado dia 3 de junho :) Esperamos muita partilha, só assim conseguimos aprender mais e mais.

     

    Nutricionista Rita Morais (ON: 1473 N)

    ritaamorais@live.com.pt | geral.cmpoh@gmail.com

    As vagas para o workshop são muito limitadas, garantam a vossa na Clínica Médica

    cmpoh_ RITA MORAIS 3 DE JUNHO 2017

Deixe Um Comentário

Cancelar Resposta